Anaklusmos RPG
Olá,

Seja bem-vindo ao Anaklusmos RPG;

Caso queira se registrar, clique em ''REGISTRAR-SE''
Se ja for membro clique em ''LOGIN''.

Agradecemos pela visita.

Boa diversão!!


.
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 A Supressão do Tempo [Encerrada]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
AutorMensagem
Enrique O. Ebanue
Devotos de HeraDevotos de Hera



Mensagens : 54
Data de inscrição : 13/04/2012

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Seg Jun 25, 2012 8:37 pm

{Enrique d'Orgeron Ebanue }
A morte não é definitiva como um ponto final nem frágil como uma vírgula, mas misteriosa como uma reticências...




Nós tínhamos conseguido. Eu temia que o cavalo não se recuperasse e tivesse que ser sacrificado, mesmo que isso seria muito idiota, já que, aparentemente, se matássemos o cavalo, o mascote de Jake também morreria, então foi bom ele ter que se recuperado.

A alegria inundou o local, Dash levantou-se e relinchou alegre, mas parou quando viu algo acontecendo. Finnick estava arrumando briga com Jake e o pet do filho de Pã, é claro, não ia deixar aquilo assim. O cavalo avançou no filho de Poseidon e atingiu com as patas o garoto. Notei que Finnick colocava a culpa de Jake. Tudo bem culpar os outros, mas se já era uma inutilidade nós perdermos tempo tentando encontrar a solução para um problema da missão imagina perder tempo caçando confusão! Eu saí de meu mundo calmo e disse, antes que Finnick fosse brigar com um cavalo:

SILÊNCIO! - todos se calaram, pareceram surpresos que eu tenha falado algo, as sombras no campo se moveram nervosamente e eu completei ao ergueu o envelope roxo que tinha surrupiado das mãos de Éolo - Você está vendo isso, Finnick? A pista está aqui.

Ele pareceu surpreso, nem devia ter notado que tinha pego o envelope. Aliás, acho que ninguém notou, até eu tinha me esquecido do papel que nos dava próximas pistas. Eu expliquei a confusão dizendo, resumidamente, que havia usado uma sombra para agarrar o envelope. Eu o abri e li:

A morte em sí vocês devem encontrar, para a própria pista achar. - é, a morte em si, só podia ser Tânatos - Finnick disse certo. O nosso próximo destino é Thânatos; Precisamos encontrá-lo e ele nos dirá para onde ir, ou pelo menos assim eu acho.

Subi em Ágrian, que já estava de pé e em chamas e começamos a andar. Eu lembrei do que Finnick disse sobre podermos ter pulado Éolo e disse uma coisa óbvia:

Ah! E não, não poderíamos ter pulado Éolo. Profecias não são pistas, são fatos que irão ocorrer, queremos nós ou não. Tudo deverá ocorrer como diz a profecia - e depois sorri, acrescentando - só que nem sempre o que dizem as profecias é algo muito bom, ou nesse caso, útil.

E assim que terminei de falar algo se projetou de um lago próximo. Eu levei um susto, mas logo que vi a coisa se elevando, uma forma concreta feita de água, soube que era Poseidon e, bem, quando ele queria nos aconselhar ou ajudar vinha um odor de mar e ele aparecia sem formalidades pra nós, mas quando ele queria nos dar aquela bronca... bem, ele aparecia assim como apareceu naquele momento, uma estátua de água gigantesca e furiosa. Poseidon apenas ressaltou minha ideia, não devíamos brigar, era uma bela duma perda de tempo inútil. E depois de gritar conosco ele explodiu e a água que formava a projeção caiu no lago de novo. Eu olhei para trás como se dissesse "Eu avisei..." mas depois olhei para frente de novo, tínhamos de ir.

Ouvir Andrew perguntar como deveríamos encontrar Tânatos e ouvi só o final da resposta de Jake.

[...] Quem precisar, o Dash ta disponível, eu irei voando... Por minha conta. - eu rolei os olhos. Se fosse pra todo mundo ir 'por sua conta' não seríamos mandados todos juntos, mas...

Eu fiquei pensando por alguns segundos e então disse:

Bem, eu amaria ir visitar meu amado pai lá no submundo. Cérbero é uma graça e poderíamos dar um jeito de entrar, porém... - eu olhei para trás e fitei Finn, depois olhei novamente para frente - Não sei se ele vai deixar algumas pessoas sairem, afinal, Finn é filho de Poseidon. Mas... podemos ir e ver se ele está de bom humor.

Itens e Armas:
 










Clothes: Moletom Roxo, Blusa Azul Clara, Calça Jeans, All Star Preto.
Tags:
Notes:
Humor: Melancólico
Musica: Música de enterro.

Quem fez a template foi THE FOX of OOOPS! & FLYING AWAY of TDN <3




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Finnick C. Odair
Filhos de PoseidonFilhos de Poseidon



Mensagens : 34
Data de inscrição : 07/04/2012

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Ter Jun 26, 2012 12:09 am







Finnick C. Odair




Tranquilamente, eu matei um ládon, um cavalo não poderia causar grande estrago, portanto apenas cambaleei(para a infelicidade da Lily), já que estava com a pele dura como as estátuas que matamos no começo da missão, achei grandioso o cavalo não ter quebrado as patas, ele era resistente. Enrique pegou o envelope e leu, revelando o que eu já sabia, teríamos que encontrar Thanatos. Se ele não apareceu agora não sei aonde ele iria aparecer, talvez se alguém aqui morresse ele não poderia talvez aparecer um pouquinho, como Cameron, seria possível que o deus da morte já tenha aparecido quando Cameron morreu? Talvez apenas pra ele, mas não sei.
Montei em Nymeria e vi todos os outros montarem, Enrique sugeriu irmos ao sub-mundo, mas não é lá que Thanatos fica, o sub-mundo pode ser lugar de várias pessoas, Hades, Perséfone, Cameron(Parei com as piadas) mas Thanatos fica livre, no mundo dos vivos, ceifando as almas das pessoas.
De repente meu pai apareceu, bravinho, querendo nos matar, ignorei suas palavras revirando os olhos, se ele sabia algo pelo menos devia nos dizer, pensei em talvez... Se alguém caísse acidentalmente do cavalo, talvez quase morresse Thanatos não poderia aparecer. Seria loucura procurar a morte mas não tinha outro jeito, a não ser chamando por ele, o sub-mundo, Hades poderia me matar. Fiquei voando bem ao lado de Lily sorrindo para ela com ironia.

armas que estou usando:
 




The Equitador, the boy with the Poison.

notes: My dream is to fly || tag: eu, Nam. || place: Indo pro castelo do Éolo|| Clothes: [URL=Linkaqui]Aqui[/URL] || music: Road to Viridian City (From Pallet Town / Pewter City) - Super Smash Bros. Brawl || Humor: Animado||





credits: JOÃO AT OPS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatarBenjamin C. Hunter
Filhos de AtenaFilhos de Atena



Mensagens : 32
Data de inscrição : 25/03/2012
Idade : 22

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Ter Jun 26, 2012 7:52 am



Daniel Tunder

O homem tem a capacidade de mudar o mundo, mas os livros mudam o homem





Para minha infeliz sorte os garotos começam a quase brigar, como assim quase brigar? eles começam a discutir ate o ponto que percebem que estavamos com a carta que tinha as informações nescessarias, pelo que a mesma dizia deveriamos ir a procura de Thantos o Deus morte, ou a morte divina tanto faz deveriamos encontra-lo rapido devido eu acho que Cronos estar em nosso encalço, mas o que iriamos fazer? Dei um longo assobio e Minerva e Charlie veem para perto de mim, Pego meu chaveiro e o coloco no chão no mesmo instante uma mercedes aparece em minha frente adentro a mesma esperando alguma ordem de alguem.


Armas:
 





Tags: Fulano, Beltrano || Vestindo: Aqui || Musica: Nome da musica e cantor
Humor: Seu Humor aqui || Notes: Algo a dizer ?


créditos @ lady marmalade do ops!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Ter Jun 26, 2012 3:03 pm

I'm like the wine..

Relax, Baby.
Uma pequena visita à morte..


Observei atenta, e tentando ajudar o máximo que podia na cura de Dash, que logo se recuperou. Foi só isso acontecer, que Finnick agarrou Jake pelo pescoço, e começou a brigar. Olhei em volta, e alguns de nós pareciam achar aquilo uma bobagem, até eu olhar para Lily, que ficara vermelha de raiva. Eu sorri, e comecei a caminhar para o seu lado, mas fui interrompida, juntamente com a briga, por Enrique, que havia conseguido pegar a carta das mãos de Éolo.

Foquei-me rapidamente no envelope, em suas mãos, e prestei atenção em suas palavras. Todos ficaram em silêncio, e ouviram atentamente. Precisaríamos ir até Tânatos, segundo a dedução. Era o mais óbvio, só que o problema era achá-lo.

- Como vamos encontrar Thanatos? Vamos matar algo ou tentamos chegar aos portões da morte? - Disse Andrew, alongando-se.

Enrique já montara em Ágrian, e Lily em Tempus. Tendo certeza de que meu irmão percebera que não iríamos matar nada, retirei Alex do meu obro, e vi o pequeno rasgo na minha blusa. Ri, silenciosamente, e o coloquei no chão, ordenando mentalmente que aumentasse. Montei-o, e vi que todos fizeram o mesmo, com seus pets, ou colocaram suas asas. Segui para junto de Lily e Enrique, e sorri para Ágrian acariciando sua cabeça. Ele pareceu gostar. Voltei minha atenção para os outros.

- Bom, Tânatos realmente não passa muito tempo no Sub-Mundo, então temos que caçá-lo por aqui mesmo. Poderiamos buscar por algum assassinato, ou coisa parecida. - Disse.
Armas Levadas:
 








Ass: A. H. S.



~ Acompanhando.: ~ Jake, Lily,
Finn, And, Enrique, Cameron, Daniel.
~ Roupa.: ~ Isso
~ Música.: ~ My Immortal
~ Créditos .: ~ Raiser W. Phoenix.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Qua Jun 27, 2012 9:13 am

The Sea is Beautifull



With the lights out it's less dangerous
----------Here we are now entertain us
25/06/12 - 13:40
Capítulo II - A segunda etapa
Let's



Então tudo deu errado.

Um tremor de terra monstruoso ocorreu tão rápido que quase todo mundo caiu de seu meio de transporte; Lily olhou para trás, e percebeu que algo monstruoso vinha em sua direção; Uma Quimera gigantesca encaminhava-se na direção deles tão rápido que era totalmente assustador. Em questão de segundos, ela já estava a 20 metros deles. Anna gritou:

- VAMOS GENTE! VAMOS SAIR DAQUI!

- NÃO! - Disse Enrique. - Não queríamos algo para matar e atrair Thânatos? Pois bem, está vindo aí, e em super-velocidade. A Quimera e uma das criaturas mais poderosas do Tártaro, Eu diria que estamos com sorte.

Mais realmente não estavam. A Quimera chegou e parou abruptamente. Olhou com desprezo para todos, abriu a boca e lançou uma rajada de chamas. A rajada transformou-se em um enorme dragão de fogo, que pois-se a perseguir Finnick, Anna e Jake; Lily, Daniel e Enrique ficaram surpresos, enquanto seus companheiros fugiam do dragão; A Quimera açoitou a serpente em sua calda, que se enrolou nas pernas de Ágrian, e o derrubou; Enrique caiu estatelado no chão.
Lily preparou uma flecha, mas a Quimera abriu suas asas e lançou uma poderosa rajada de vento, fazendo o arco de Lily voar; Daniel saiu do carro na hora certa, pois a Quimera deu uma patada poderosa e ele voou longe ( o carro. ) ; A Quimera rugiu triunfante, e abriu as asas, voando e observando-os do céu, lançando rajadas de fogo alheias e rajadas de veneno.

Vida/Energia da Quimera:
 

Informações Adicionais:
 

Prazos:
 


Template By THE FOX of OOOPS! <3
NOTES - / Clotes - Isso - Baseado na musica Smell like teen spirit by Nirvana.
Voltar ao Topo Ir em baixo
avatarBenjamin C. Hunter
Filhos de AtenaFilhos de Atena



Mensagens : 32
Data de inscrição : 25/03/2012
Idade : 22

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Qua Jun 27, 2012 11:59 am


Daniel Tunder escreveu:


Daniel Tunder

O homem tem a capacidade de mudar o mundo, mas os livros mudam o homem





Que bom né? É so falar no diabo que aparece seu rabo, não o diabo em si mas algo do gênero, precisamos de alguma coisa para matar e voala uma linda quimera zero quilometro vem direto para nos matar e ainda TENTA DESTRUIR MEU CARRO, eu a vi jogando meu carro longe, instintivamente abro minhas asas e começo a voar atrás do mesmo, o carro estava chegando perto do chão a uma velocidade estupenda, mas eu precisava alcança-lo, eu nem notara mas meu escudo espelhado estava em meu braço, enquanto batia as asas loucamente jogo o mesmo Jô carro, de algum modo que não sei dizer ele acertou o retrovisor e entrou acertando o volante justo quando meu carro ia se chocar contra varias rochas, as graças a Zeus o que se chocou foi meu chaveiro de Mercedes eu o havia desativado antes da tragédia, onde estavam Minerva e Charlie? Começo a me desesperar mas olho para o céu e vejo duas silhuetas revoando onde eu estava, pouso e pego meu arco de Eros eu havia ganho do mesmo, começo a disparar saraivadas de flechas contra cada pedaço de pele, osso, dentes, mandíbula disponíveis, eu não iria morrer para aquele ser estranho, mas infelizmente fogo e veneno começam a cair do chão, minhas asas ficam em cima de minha cabeça para me proteger dos possíveis “pingos” de chuva do mal.


Armas:
 

Poder:
 





Tags: Fulano, Beltrano || Vestindo: Aqui || Musica: Nome da musica e cantor
Humor: Seu Humor aqui || Notes: Algo a dizer ?


créditos @ lady marmalade do ops!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatarEnrique O. Ebanue
Devotos de HeraDevotos de Hera



Mensagens : 54
Data de inscrição : 13/04/2012
Idade : 22

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Qua Jun 27, 2012 12:39 pm

{Enrique d'Orgeron Ebanue }
A morte não é definitiva como um ponto final nem frágil como uma vírgula, mas misteriosa como uma reticências...




Deuses escrevem certo, muito certo... por linhas tão tortas que mais parecem um caracol!

Tudo estava indo aparentemente bem, nós estávamos andando em direção a um lugar qualquer, sinceramente, não havíamos pensado bem para onde seguir, mas isso não importava muito agora, só precisávamos andar e procurar algo que morra para Tânatos vir buscá-lo. As coisas estavam tão calmas que eu cheguei a estranhar, até aquele momento nada ficara muito calmo por muito tempo e, infelizmente, não seria diferente dessa vez. De repente um terremoto brusco tremeu tudo a nosso redor, fazendo quase todos caírem de suas montarias. Eu me agarrei a juba de Ágrian e quase que caio também, mas consegui me manter sobre ele. Lily virou-se para trás e eu fiz o mesmo, mas quando vi o ser que nos seguia quase caí de Ágrian... de novo.

Correndo como se fosse um Porsche Panamera se aproximava de nós uma Quimera bem maior do que eu imaginava. Em poucos segundos ela estava a poucos metros de nós e eu já conseguia ver as presas de sua cabeça de leão. Eu fiquei meio sem reação, não sabia o que fazer, foi quando ouvi Lily dizer para fugirmos. Eu ia realmente me virar e mandar Ágrian começar a correr para longe da fera quando tive uma ideia. Não era a coisa mais sensata a se fazer, afinal, cuidar daquele monstro não parecia ser a coisa mais fácil do universo, mas era nossa única opção, então, antes que todos começassem a correr eu disse:

Não! Nós não queríamos algo para matar e atrair Tânatos? Então, a solução para esse problema está se aproximando e vem fazendo a terra tremer e correndo mais rápido que o vento. A Quimera é um dos seres mais poderosos do universo quando falamos de monstro. Provavelmente demos sorte de algo tão grande vir a nós de bandeja. - Tudo bem que a parte do "demos sorte" não era de toda a verdade, mas o segredo da coisa é o otimismo... pena que nem sempre dá certo.

Não demorou muito tempo, na verdade não demorou quase nada, a Quimera já estava a nosso lado e parou bruscamente, olhou a todos nós como se fóssemos apenas simples camundongos enfrentando um leão em chamas. Falando em chamas, foi exatamente o que a Quimera disparou, flamas avermelhadas que se tornaram um dragão de fogo que começou a seguir Jake, Anne e Finn. Eu fiquei meio estático, sem saber o que fazer enquanto eles corriam, quando tive uma ótima ideia, mandei Ágrian pegar fogo e correr em direção a nossos companheiros de missão, eu poderia me por entre um deles e o dragão, já que era invulnerável a fogo, mas na hora que meu mascote ergueu a pata e tomou impulso para ocorrer ele deslizou no chão e foi de encontro a este como se algo o detivesse. Não tive tempo de ver já que com o impulso para correr o tombo de Ágrian foi todo estabanado e eu caí também todo sem jeito no chão, de costas. Eu me sentei na grama e acariciei minha nuca e costas, não, nada doía, aparentemente fora apenas o tombo mesmo.

Me levantei do chão cambaleando a tempo de ver Lily tentar atingir a Quimera com flechas e essas sendo detidas por rajadas de vento de suas sas. O carro de Daniel ainda foi atingido por uma patada do monstro e este (Daniel) foi atrás dele. A Quimera calmamente flutuou para cima e ficou lançando jatos de fogo a torto e direito, além de rajadas de vento furiosas. Eu fiquei alguns segundos no chão, pensando no que fazer. Não poderia usar flechas, os golpes de ar as afastaria, só se eu fosse a um confronto direto.

Eu abri minhas asas de fogo e voei para longe dos jatos de ar, ficando a cerca de trezentos metros da Quimera. Usei a Presença Inápta para que ela não me notasse e peguei minha Espada Precisa dentro da Mochila, apenas por segurança. Então eu me concentrei, aproximei-me dela e invoquei uma boa quantidade de Fogo Infernal, disparando uma rajada em seu rosto de leão e ainda disparando as rajadas eu pousei novamente no chão, onde era mais seguro.

Itens e Armas:
 

Poderes, Bençãos e Habilidades:
 










Clothes: Moletom Roxo, Blusa Azul Clara, Calça Jeans, All Star Preto.
Tags:
Notes: Sem criatividade alguma para atacar ¬¬'
Humor: Esperando a Morte (literalmente)
Musica: Qualquer uma de guerra.

Quem fez a template foi THE FOX of OOOPS! & FLYING AWAY of TDN <3




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Qua Jun 27, 2012 2:59 pm



Lily H. Lupin
São estranhos os caminhos da vida e do amor. - Lily, The Host




Estava tudo indo tão bem! Até o mundo desabar em nossas cabeças.
Um tremor de terra monstruoso ocorreu tão rápido que quase todo mundo caiu de seu meio de transporte; olhei para trás, e percebi que algo monstruoso vinha em minha direção; Uma Quimera gigantesca encaminhava-se tão rápido para onde estavamos que era totalmente assustador. Em questão de segundos, ela já estava a 20 metros de nós. Anna gritou:

- VAMOS GENTE! VAMOS SAIR DAQUI!

- NÃO! - Disse Enrique. - Não queríamos algo para matar e atrair Thânatos? Pois bem, está vindo aí, e em super-velocidade. A Quimera e uma das criaturas mais poderosas do Tártaro, Eu diria que estamos com sorte.

Olhei bobamente para ele e peguei meu arco, preparando um ataque.
A Quimera chegou e parou abruptamente. Olhou com desprezo para todos, abriu a boca e lançou uma rajada de chamas. A rajada transformou-se em um enorme dragão de fogo, que pois-se a perseguir Finnick, Anna e Jake;
Dei um grito surpreso, enquanto meus companheiros fugiam do dragão;
A Quimera açoitou a serpente em sua calda, que se enrolou nas pernas de Ágrian, e o derrubou; Enrique caiu estatelado no chão.
Preparei uma flecha, mas a Quimera abriu suas asas e lançou uma poderosa rajada de vento, fazendo meu arco voar.

Abri minhas asas e saltei das costas de Tempus, para pegar minha arma novamente. Assobiei e indiquei com o a cabeça desesperadamente para a Quimera, que destruira o carro de Daniel, rugiu triunfante, e abriu as asas, voando e observando-os do céu, lançando rajadas de fogo alheias e rajadas de veneno.

Tempus ficou maior, parecia uma besta negra com garras afiadas expelindo veneno. Ele saltou sobre a Quimera, em um combate no ar, e eu tornei a captura ao meu arco. Usei o ar ao redor para trazê-lo novamente para mim.
Mudei minha direção para um pouco acima, olhando em volta para ver se todos estavam bem.

(...)

Mirei nela, mas pensei um pouco melhor. E se eu atingisse tempus? Mudei a direção do ar, me concentrando, tentando fazer o ar ficar mais denso, empurrando-a para baixo, para que a Quimera não conseguisse bater as asas. No momento que isso acontecesse, atiraria as flechas de fogo grego, mandando Tempus para longe, não queria-o machucado.

(...)

Por um momento lembrei-me do dragão, preocupando-me com Jake e anne. Então lembrei-me de Finn e dei de ombros, eles sabiam se cuidar, tinha que me manter firme, pronta para desviar de ataques vindos do nada.





Spoiler:
 



THANKS BRITTY @ OPS.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Qua Jun 27, 2012 3:49 pm

Andrew P. Forbes Moriarty



A vida me ensinou a nunca desistir;
Nem ganhar, nem perder mas procurar evoluir.
Charlie Brown Jr.






O grupo estava indo rumo a uma provável morte ou assassinado que pudesse ter próximo de nossa localidade momentânea, mas deu tudo errado naquele momento a seguir. Um tremor começou que quase me fez cair senão usasse a benção do ar para me segurar antes do tombo. Apareceu uma Químera mais feia do que a tradicional que se ouve falar e Anna gritou para fugirmos, mas Rick se lembrou da nossa oportunidade de matar ela e atrair Thanatos. A Químera teve um tipo de surto da maioria e ficou meio em choque por assim dizer quando viu o grupo todo e lançou uma rajada de fogo no grupo. Eu tentei rapidamente usei a benção do ar fazendo alguns movimentos com minhas mãos e tentei usar o ar para me defender do fogo e fazê-lo voltar para a Químera. Minha tentativa não funcionou, pois o fogo em questão se transformou num dragão e usou esse momento para derrubar Rick do cavalo. Lily e Daniel tentaram atacar ela, mas de nada adiantou e em seguida aos ataques da Químera ela lançou rajadas de fogo alheias e rajadas de veneno. Eu rapidamente tentei rodar no chão usando a benção do ar para afastar o fogo e veneno de perto de mim, em tese com o “choque” na minha barreira o fogo e veneno retornariam para quem o jogou na hora. Eu tentei achar e tocar rapidamente com minha Luva Elemental numa pequena chama do fogo da Químera que estava na grama para controlar aquele tipo de fogo no meu ataque contra o monstro. Tentei usar Exército Espartano, mirando na Químera apenas e tomando cuidado para não atingir ninguém do grupo. Após minha tentativa de ataque com as espadas de Esparta, tentei usar Amuleto dos Ventos para virar ar naquele momento e ir “voando” até o dorso do animal. Volto ao meu estado humano, tento usar minha Foice Encantada para tentar cortar de uma vez a cauda da Químera, enquanto tentava cortar a cauda usei Esquiva para me esquivar de golpes que o monstro possa fazer contra mim. Com minha Luva Elemental apontei para as costas das cabeças da Químera e joguei uma enorme rajada do próprio fogo dela nela mesma.



Poderes Usados:
 

Armas Usadas:
 






TEMPLATE BY RAFA OF OPS
Voltar ao Topo Ir em baixo
avatarJake F. Stewart
Filhos de PãFilhos de Pã



Mensagens : 24
Data de inscrição : 12/05/2012
Idade : 20

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Qui Jun 28, 2012 9:39 am


tagged: Outros campistas, Dash e Éolo.

clothes: Minha jaqueta e o resto da roupa do camp

notes: Post Podre D=

lyrics: I've Got The Power @ Snap!
Quimerinhaaa


Deuses, Quimera saindo da terra.... Um dragão me perseguindo... It's magic!

Estávamos todos lá. Quase chegando a algo. Ou não. Acho mais provavel que não. Um tremor começou, todos começaram a cair. Ou não, sei lá. Não prestei atenção, já que tudo que fiz foi procurar por Dash e Lily.

Uma superquimera apareceu. Daora a vida. Ela olhou com desprezo para todos nós. nem dei bola. Fiz Dash diminuir de tamanho, já que acabamos por decidir que iamos ficar aqui e lutar. É, tomara que atraia Thanatos.

Enfim, acho que ela não gostou muito de mim. Nem de Anna, nem de Finn. Agora tinhamos um lindo dragão de fogo para destruirmos, certo?

Eu já ia começar a atirar flechas contra o Dragão, mas senti um puxão. Finn puxava Anna e eu enquanto mandava Nymeria fazer algo. Ele nos disse para segurar firme, mas onde? Ta, tanto faz, me segurei como pude e segurei a mão de Anna.

Demorei bastante tempo pra entender o que ele ia fazer, cara ele é muito esperto. Direcionava o monstro de fogo contra a Quimera, ia ser perfeito!





Última edição por Jake F. Stewart em Qui Jun 28, 2012 3:55 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Qui Jun 28, 2012 2:43 pm

I'm like the wine..

Relax, Baby.
Quimera!


Bom, não conseguimos nem dar o primeiro passo, e um tremor grandioso começou, fazendo-me cair de Alex. Subi de volta nas costas dele, e olhei para trás.Uma Quimera gigantesca se aproximava muito rapidamente, causando o tremor que nos assustara. Ela chegou em questão de minutos, e eu me preparei, pegando meu Tirso, e o cálice, que transformei em um escudo bem resistente.

Não deu nem para olhar os outros, pois a bichenta lançou uma rajada de fog que veio na direção de Finnick, Jake e eu. Nós começamos a correr loucamente, tentando fugir do dragão que ela virara e que parecia nos perseguir. Finnick poderia ter conjurado uma onda do nada, eu acho. Não sei oque os filhos de Poseidon podem fazer, mas tenho certeza que seria algo assim.
Senti um puxão, e vi que Finn agarrou a mim e a Jake, jogando-nos para o lado. Alex me seguiu, e garantiu que eu não me machucaria. Eu olhei o resto local.

Era o caos! O carro de Daniel fora destruídos, Rique estava no chão, pois levara um tombo. Lily tentava atirar flechas na Quimera, enquanto seu lobo batalhava contra a mesma.


Armas Levadas:
 








Ass: A. H. S.



~ Acompanhando.: ~ Jake, Lily,
Finn, Andy, Rique e Daniel.
~ Roupa.: ~ Isso
~ Música.: ~ My Immortal
~ Créditos .: ~ Raiser W. Phoenix.



Última edição por Annabelle H. Silverskin em Qui Jun 28, 2012 7:09 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
avatarFinnick C. Odair
Filhos de PoseidonFilhos de Poseidon



Mensagens : 34
Data de inscrição : 07/04/2012
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Qui Jun 28, 2012 3:30 pm







Finnick C. Odair




Um segundo antes de Nymeria levantar vôo algo aconteceu, a princípio pensei que era apenas um tremor, mas um tremor forte mesmo, já que fez eu me desequilibrar e quase cair de Nymeria, me segurei em seu pescoço e consegui ficar em cima dela. Minha pegasus resmungou algo e se virou para olhar o que estava acontecendo.
Então percebemos o que estava vindo em nossa direção, era uma Quimera, ela era enorme, suas presas de leão brilhavam, manchadas de sangue de talvez uma vítima passada. Seus olhos nos encaravam como se estivesse pensando em quem seria sua proxima vítima, então ela parou com uma distância de mais ou menos vinte metros da gente. Ouvi anda gritar para sairmos de lá, mas Enrique pensou o mesmo que eu, poderíamos matar a Quimera para atrair Thanatos.
O monstro nso olhou com desprezo e soltou uma rajada de fogo em nossa direção(Eu, Anna e Jake) E então essa rajada incrivelmente se transformou em um dragão, um dragão feito de fogo, e parecia querer imensamente a nossa morte. Puxei Jake e Anna, mandei eles segurarem firme e então mandei a mensagem para Nymeria "Para as costas do monstro, rápido!" Ela me obedeceu voando até as costas da Quimera, com o dragão de fogo nos seguindo, enquanto ela voava por cima do monstro eu saltei, puxando Anna e Jake comigo. Quando caí nas costas da Quimera empurrei os dois para o lado dizendo "Ataquem!" Então apenas eu fiquei nas costas dela, quando o dragão se aproxmasse para me queimar não funcionaria, já que eu sou imune ao fogo e ele queimaria a Quimera não eu, então eu praticamente usei o fogo dela contra ela mesma.

armas que estou usando:
 

poderes usados:
 




The Equitador, the boy with the Poison.

notes: Algum deus quer me matar... só acho || tag: eu, Nam. || place: Acho que em Chicago ainda|| Clothes: [URL=Linkaqui]Aqui[/URL] || music: Sea and Land tremble || Humor: Esperaçoso||





credits: JOÃO AT OPS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Qui Jun 28, 2012 5:28 pm

The Sea is Beautifull



With the lights out it's less dangerous
----------Here we are now entertain us
28/06/12 - 17:29
Capítulo II - A segunda etapa
Evanescence always ♥



O Caos reinou. Os meios-sangues combatiam a Quimera como podiam, enquanto ela açoitava sua cauda ofídica a cada um que se atreve-se a chegar muito perto; Enrique disparou rajadas de fogo no rosto leonino, que simplesmente abriu a boca e engoliu a rajada. A Quimera realmente parecia impossível de matar, porque a cada ataque que eles lançavam, ela retribuía com o dobro. Finnick teve uma ideia. Nymeria voou velozmente, se desviando das rajadas mortais que a Quimera lançava a torto e a direito. Finnick, por ser imune ao fogo, deitou-se as costas da Quimera como se fosse tomar sol. O dragão de chamas o observou como se não pudesse acreditar na burrice dele.

O dragão abriu as asas, e desceu velozmente na direção da Quimera. Finnick apenas sorriu de escárnio, e o dragão se chocou com ele; O fogo lambeu seu corpo, mas Finnick sentiu apenas cócegas mornas. A Quimera urrou de dor, com suas costas queimadas. O fogo do dragão foi tão poderoso que acabou destruindo quase toda a Quimera. Seu rabo de serpente pegou fogo totalmente, e parecia uma tocha muito frenética. Parte dos ossos apareciam através das queimaduras; Finnick desceu da Quimera calmamente, e ela o encarou, como se não pudesse acreditar no que ele tivesse acabado de fazer com ela; Soltou um último urro agoniante, e desabou no chão. Então, algo aconteceu.


• • •

O ar a volta dos heróis pareceu se condensar, tornar-se frio, gélido, sombrio. Todos cruzaram os braços, exceto Enrique, que aparentava total conforto, e olhava ao lado oposto dos meios-sangues:

- Olá Thânatos. - Disse calmamente.

Todos se viraram, surpresos. Ao lado do corpo inerte da Quimera, havia um homem. Aparentava ter 28 anos. Usava terno de cetim negro, de pele morena e longos cabelos castanhos; Tinha um olhar severo e olhos frios. Irradiava morte, e todos, com exceção de Enrique, viram literalmente a vida passar diante dos olhos; Thânatos sorriu secamente para Enrique, e estalou o dedo. Um tablet materializou-se em seus dedos finos e longos:

- Quimera...Quimera...Ah sim, escapou do Tártaro a 2 semanas. - Thânatos tocou na Quimera, que se dissolveu em pó dourado; O Tablet sumiu, e ele se dirigiu aos meios-sangues. - Vocês me prestaram um favor. Posso retribuir de alguma forma?

Eles se entreolharam, não acreditando na própria sorte. Sorriram, e Jake disse:

- Hum...Senhor Thânatos...Bem, estamos em uma missão para Poseidon. Nós acabamos de descobrir que a próxima pista seria revelada por você, já que você sabe de tudo. - Thânatos realmente sabia, e sorriu para Jake.

- Sim, eu sei exatamente para onde vocês devem ir, e vou revelar. Ilha do Tempo. Nada morre mais lá, pois uma força poderosa está habitando o local.

Lily suspirou. Ninguém pareceu surpreso com a revelação de Thânatos, exceto ela. Thânatos sorriu, e acrescentou:

- Creio que Lily vá explicar que lugar é esse. - Thânatos sorriu, e se fundiu nas sombras. Lily engoliu em seco, e disse:

- Bem, eu ouvi a Deusa Ártemis falar desse lugar. Foi a base secreta de Cronos na Grande Guerra. O tempo não se move no local. É uma ilha realmente horrível. Fica no Mar de Monstros, antes de Caríbdis e Squila. - Finnick abriu a boca para falar, mas Lily continuou. - Eu sei que o Mar de Monstros só começa depois de Caríbdis e Squila, mas essa Ilha é realmente maligna, e vive meio que em outra dimensão. Há um portal perto da entrada do mar de monstros que leva a essa dimensão.

Eles se entreolharam, e avistaram o mar ao longe. Incrivelmente, um barco com um tridente estava ancorado ao cais, esperando-os.

Leiam:
 

Informações Adicionais:
 

Prazos:
 


Template By THE FOX of OOOPS! <3
NOTES - / Clotes - Isso - Baseado na musica Smell like teen spirit by Nirvana.
Voltar ao Topo Ir em baixo
avatarBenjamin C. Hunter
Filhos de AtenaFilhos de Atena



Mensagens : 32
Data de inscrição : 25/03/2012
Idade : 22

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Qui Jun 28, 2012 7:17 pm



Daniel Tunder

O homem tem a capacidade de mudar o mundo, mas os livros mudam o homem





Tudo aconteceu rapido demais, a quimera morreu, Thanatos apareceu, Lily sabia do local sem saber que sabia, um barco aparece com um tridente e iriamos para o Mar de Monstros a procura de uma ilha onde provavelmente iria conter adivinha quem? Cronos tenho quase certeza disso, assobio alto e Minerva e Charlie vem voando e ficam perto de mim, adentro o local ( barco ) e vou direto para a proa fico vendo a água se movimentar quando percebo que ja haviamos saido em direção ao local indicado por Lily.

Armas:
 





Tags: Fulano, Beltrano || Vestindo: Aqui || Musica: Nome da musica e cantor
Humor: Seu Humor aqui || Notes: Algo a dizer ?


créditos @ lady marmalade do ops!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Qui Jun 28, 2012 7:40 pm

I'm like the wine..

Relax, Baby.
Ilha do Tempo..

Eu olhei a Quimera ser destruída, o que foi fantástico. Ajudei alguns dos meus companheiros a se recomporem,e logo ao lado do monstro, encontrava-se Finn. Ele estava completamente bem, e só retirou um pouco de poeira de seu ombro, parecendo totalmente relaxado.

- Olá Thânatos. - Disse Rique, e no mesmo momento, todos procuraram o deus.

Thanatos, a morte em pessoa. Foi só bater o olho nele, e minha vida inteira passou-se diante de meus olhos. Eu tremi, e voltei o foco. Se vestia bem, e não era nada parecido com a morte que eu imaginava (Aquela coisa da foice, do esqueleto etc.). Ele olhou, e sorriu secamente para Enrique, fazendo um tablet aparecer em suas mãos.

- Quimera...Quimera...Ah sim, escapou do Tártaro a 2 semanas. - Disse, tocando a Quimera, que se dissolveu em pó dourado. Virou-se para nós. - Vocês me prestaram um favor. Posso retribuir de alguma forma?

Jake foi o primeiro a falar, e explicou a situação. Ele sorriu, e respondeu:

- Sim, eu sei exatamente para onde vocês devem ir, e vou revelar. Ilha do Tempo. Nada morre mais lá, pois uma força poderosa está habitando o local.- Lily suspirou, e parecia ter se lembrado de algo. Eu a olhei, estranhando a sua surpresa.- Creio que Lily vá explicar que lugar é esse. - Dizendo isso, foi-se embora, junto das sombras.

Lily nos explicou exatamente o que era a Ilha do Tempo, e nos informou como chegar lá. Parecia estranho, pois sua localização era um pouco confusa.Foi só pensar em um meio de transporte, que um Barco Enorme com um Tridente entalhado apareceu no mar, ali próximo.

- Bom,agora é sóchegar até o Triângulo das Bermudas e blá blá blá, o resto vocês sabem.

Eu carregava minha mochila, etão coloquei-a nas costas, e montei Alex, indo diretamente ao barco. Todos fizeram o mesmo, e chegando, subi rapidamente, e logo pensei em dizer, mas não disse, "Todos a bordo!".
Logo começamos a navegar, e foi o mesmo esquema do trailer, cada um fazendo algo. Bom, melhor do que nada né. Eu subi ao convés, e olhei o mar , sentindo a brisa leve e aconchegante.


Armas Levadas:
 








Ass: A. H. S.



~ Acompanhando.: ~ Jake, Lily,
Finn, Andy, Rique e Daniel.
~ Roupa.: ~ Isso
~ Música.: ~ My Immortal
~ Créditos .: ~ Raiser W. Phoenix.

Voltar ao Topo Ir em baixo
avatarEnrique O. Ebanue
Devotos de HeraDevotos de Hera



Mensagens : 54
Data de inscrição : 13/04/2012
Idade : 22

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Qui Jun 28, 2012 9:21 pm

{Enrique d'Orgeron Ebanue }
A morte não é definitiva como um ponto final nem frágil como uma vírgula, mas misteriosa como uma reticências...




Era um pandemônio! Nenhuma de nossas táticas estavam dando certo, a Quimera simplesmente virou-se para minhas as chamas e as engoliu calmamente. Eu já pensava em outra tática quando vi Finnick subir aos céus e armar uma armadilha demais para a Quimera e para o monstro de fogo que ela mesma criou. Quando ele pousou em cima do monstro, o dragão ignorou o fato das costas de sua criadora estarem bem sob o filho de Poseidon e desceu a toda sobre ele. Finnick era invulnerável a fogo e o calor deste só fez dano na criatura que voava nos céus, aliás, que dano! Em segundos a Quimera caiu, inconsciente. Isso ergueu uma fina camada de poeira que me fez tossir e dificultou a visão.

Quando final e rapidamente a nuvem de poeira se dissipou pude ver Finnick descendo de cima da criatura, esta o olhando assustada e em seguida urrou e sua cabeça tombou. Eu já sabia o que viria a seguir. O ar começou a ficar mais denso, era como se, de repente, o chão abaixo de nós começasse a se levantar e subir em direção ao céu como um elevador a mil por hora. Tudo estava mais frio agora e parecia até que o dia estava mais escuro. Todos abraçaram-se a si mesmos, com frio, mas eu continuei normal, não existia problema algum, apenas olhei para o lado contrário ao das atenções deles. E então eu o vi e apenas disse:

Olá Thânatos.

Eu o reconheceria com facilidade. Apareceu sutilmente, mas da mesma forma de repente, ao lado da Quimera morto. Era jovem, alto, negro, forte e tinha longos cabelos castanhos. Trajava um fino terno de cetim completamente negro e seus olhos eram frios e estáticos, não assombrosos, não como alguém morto, mas como alguém que via a morte todos os dias e brincava com ela como se brinca com um gatinho. Notei que todos eles estavam meio estranhos, meio estáticos, talvez impressionados e eu sei que era a aura do deus da morte, era normalmente assim, os mortos iam embora e os vivos viam quando eles mesmo iam embora, sabe quando dizem que você vê toda a sua vida passar diante de seus olhos antes de morrer? Então, é Tânatos fazendo o efeito de sua aura quando você ainda estar vivo, ele faz você se recordar de tudo o que fez, o que viu e viveu, para então levar sua alma. Isso nem sempre significava que você ia morrer, mas sempre ocorria na presença de Tânatos pelo fato de raras vezes ele surgir sem o intuito de levar a essência de alguém ao submundo. Por algum estranho motivo, sua aura de morte não me afetava.

Ele sorriu de forma seca para mim e invocou em suas mãos frias um tablet, como se checasse a lista de monstros do submundo ele disse:

Quimera...Quimera...Ah sim, escapou do Tártaro a 2 semanas. - ele tocou-a e a Quimera partiu em pó dourado, então o tablet sumiu e ele olhou para nós - Vocês me prestaram um favor. Posso retribuir de alguma forma?

E antes que eu dissesse algo, Jake se prestou ao favor de explicar nossa situação a Tânatos. Pediu educadamente por ajuda e o deus concordou em nos auxiliar. E auxiliou, disse que deveríamos ir a uma tal Ilha do Tempo, imediatamente me veio a cabeça a parte final da profecia "As respostas estarão quase completas / E na ilha encontrarão..." e imediatamente ouvir da voz grave de Tânatos:

[...] uma força poderosa está habitando o local. - era isso, íamos atrás de uma força poderosa que habitava uma tal Ilha do Tempo, sugestivamente me recordava de Cronos.

E Lily nos explicou mais detalhes sobre

Bem, eu ouvi a Deusa Ártemis falar desse lugar. Foi a base secreta de Cronos na Grande Guerra. O tempo não se move no local. É uma ilha realmente horrível. Fica no Mar de Monstros, antes de Caríbdis e Squila. Eu sei que o Mar de Monstros só começa depois de Caríbdis e Squila, mas essa Ilha é realmente maligna, e vive meio que em outra dimensão. Há um portal perto da entrada do mar de monstros que leva a essa dimensão. - eram detalhes bem precisos sobre como encontrar o local.

Eu iria perguntar como iríamos chegar até o Mar de Monstros quando me virei para o mar e vi um barco ancorado com um tridente gravado. Eu sorri e fui com Ágrian e os outros todos para dentro dele. Eu agradeci mentalmente a Poseidon por ternos nos ajudado novamente, pelo menos em relaçõa ao transporte, como das outras duas vezes, com o trailler e com o helicóptero. O local era como o trailler, ótima acomodação, com uma vista incrível para o mar e com diversas coisas para se fazer.

Itens e Armas:
 











Clothes: Moletom Roxo, Blusa Azul Clara, Calça Jeans, All Star Preto.
Tags:
Notes: Meio confuso com o 'Leiam' do Posei :@
Humor: Neutro...
Musica: Nenhuma!

Quem fez a template foi THE FOX of OOOPS! & FLYING AWAY of TDN <3




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Qui Jun 28, 2012 11:07 pm

Andrew P. Forbes Moriarty



A vida me ensinou a nunca desistir;
Nem ganhar, nem perder mas procurar evoluir.
Charlie Brown Jr.






Meus golpes haviam ajudado numa pequena fração para matar a Químera. Eu observei o monstro sendo morto pela prole do deus do mar e apenas observei os cantos caso o deus da morte aparecesse. Durante a minha observação da luta o ar naquele local ficou sombrio e gélido até mesmo para um demônio de Éter como eu. Preparei minha Luva Elemental e minha Foice Encantada para um ataque, após me preparar e ficar atento esperando algo surgir. Logo que me armei cruzei os braços que estavam frios, nesse momento o deus apareceu nos cumprimentou e nesse momento vi toda minha vida diante dos meus olhos e logo pensei: “Valeu pelo flashback Thanatos.” No meu flashback me vi antes de saber sobre os deuses e lembrei-me de como me sentia estressado com uma briga e que eu era relaxado com a maioria das situações. Lembrei-me das bebidas que tinham no bar perto da minha casa e rapidamente minha visão chegou a Rose Hale Cherry. Eu me lembrei de como a conheci que foi no meu segundo dia de acampamento em que a salvei de uma espécie de tortura. A semideusa estava de quatro quando a salvei, levei para o telhado do chalé dela e nos beijamos. A partir daquele beijo minha vida mudou assim como minha visão, vi várias cenas de brigas e discussões, além de mostrar rapidamente meus momentos curtos com minha filha Illyria. Minha filha estava linda naquele dia em que estava tomando sopa de cenoura, lembrei-me de como era gostoso abraça-la e minha visão mudou para cenas rápidas da trama e parou quando na visão apareceu Thanatos. O deus da morte meio que verificou a lista da morte, falou algo sobre a fuga da Químera e a desintegrou com um toque. Thanatos voltou a sua atenção para o grupo e perguntou se podia ajudar Jake logo disse:


- Hum... Senhor Thanatos... Bem, estamos em uma missão para Poseidon. Nós acabamos de descobrir que a próxima pista seria revelada por você, já que você sabe de tudo.


O deus percebeu a reação de Lily e em seguida disse que ela nos explicaria sobre a ilha em questão chamada de Ilha do Medo. O deus some e Lily disse:


- Bem, eu ouvi a Deusa Ártemis falar desse lugar. Foi à base secreta de Cronos na Grande Guerra. O tempo não se move no local. É uma ilha realmente horrível. Fica no Mar de Monstros, antes de Caríbdis e Squila. - Finnick abriu a boca para falar, mas Lily continuou. - Eu sei que o Mar de Monstros só começa depois de Caríbdis e Squila, mas essa Ilha é realmente maligna, e vive meio que em outra dimensão. Há um portal perto da entrada do mar de monstros que leva a essa dimensão.


Eu suspirei e logo me veio à cabeça o balanço do barco. Por algum motivo divino avistamos o mar ao longe e um barco com um tridente ancorado no cais esperando o grupo. Eu guardo minha foice e fico apenas com a Luva Elemental por precaução. Sigo o grupo rumo ao barco e dou algumas bocejadas no caminho. Ao chegar ao barco eu procuro sentar e espero ele se mover divinamente ou algum marinheiro aparecer.




Poderes Usados:
 

Armas Usadas:
 






TEMPLATE BY RAFA OF OPS
Voltar ao Topo Ir em baixo
avatarFinnick C. Odair
Filhos de PoseidonFilhos de Poseidon



Mensagens : 34
Data de inscrição : 07/04/2012
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Sex Jun 29, 2012 1:54 am







Finnick C. Odair




Fechei os olhos quando o dragão de fogo atingiu a Quimera, meu plano deu certo, sorri sentindo aquele calor passar por mim, meu sorriso ficou mais largo quando ouvi os urros de dor da Quimera, saltei de suas costas e dei dois tapinhas em suas costas, então vi o jeito que ela me encarava, como se pensasse "Que gênio!" Ok, não era isso era mais um... "Filho da Pucca, como ele...?" então ela desabou, sorri satisfeito, sentindo a Cota de Malha demoníaca sugar a essência do monstro, deixando minha pele ainda mais resistente, faltava apenas três monstros para eu poder usar o grande poder dela. Olhei pra Lily e falei:
-Obrigado, Finnick, você nos ajudou muito - Depois ri e me juntei ao grupo denovo.
O ar à nossa volta esfriou, senti um calafrio percorrer a espinha, era um frio, não sei explicar, algo sombrio, nada legal, como se a morte estivesse ali, é claro que estava, pois Enrique parecia tão confortável, afinal, ele era filho do grande deus dos Mortos, Hades. Ele tranquilamente disse "Olá, Thanatos". Porque é claro, se você está na frente da morte você COM CERTEZA vai dizer "oi" pra ela; ou pra ele nesse caso.
Enfim, Thanatos estava lá olhando o corpo sem vida da Quimera, ele pegou uma espécie de tablet e começou a checar alguma coisa, dei uma cotovelada no braço de Jake.
-Ei, não é aquele negócio da Umbrella? - comentei - No quarto filme eles usam isso pra prender pessoas no Arcadia.
Ele se virou para nós, dizendo que fizemos um favor à ele devolvendo a Quimera para o Tártaro e perguntou se precisamos de algo que ele possa nos oferecer. Sorri satisfeito, afinal, aquela manobra valeu para alguma coisa, já ia pedir um bolinho de chocolate quando Jake falou na minha frente:
- Hum...Senhor Thânatos...Bem, estamos em uma missão para Poseidon. Nós acabamos de descobrir que a próxima pista seria revelada por você, já que você sabe de tudo - Thanatos sorriu, parecendo bem confortável com o elogio.
Bati no braço de Jake e falei em seu ouvido:
-Eu ia pedir um bolinho!
Então o deus dos mortos começou a falar.
- Sim, eu sei exatamente para onde vocês devem ir, e vou revelar. Ilha do Tempo. Nada morre mais lá, pois uma força poderosa está habitando o local - Então Lily suspirou, como se já tivesse ouvido falar dessa tal de Ilha do Tempo - Creio que Lily vá explicar que lugar é esse.
Depois disso o deus foi embora, se dissolvendo em sombras, realmente sinistro! Até agora essa missão me deu apenas desejos: um castelo de Gelo, um bolinho e agora uma saída fodástica. Decidi que eu não morreria nessa missão sem um bolinho. Lily nos explicou sobre a ilha, dizendo que Cronos usava essa ilha na Grande Guerra, disse que ficava no mar de monstros, antes de Caríbdis e Squila, já ia questionar então ela prosseguiu, deixei ela falar à vontade, quando terminou, nós todos vimos um navio ancorado em um cais proximo de onde estávamos. Nymeria relinchou feliz, significa que andaríamos de navio e ela poderia nadar ao nosso lado.
-Todos a bordo! Bem vindos ao King Finnick! - Gritei, nomeando o navio.
Embarcamos todos no navio, fechei os olhos me sentindo extremamente bem ali, comecei a pensar... eu posso fazer tudo agora, estou em território que é MEU. Subi na proa e fiquei olhando o mar, Nymeria nadava em sua forma de serpente perto de nós. Ouvia as ondas batendo contra o casco enquanto avançavamos rumo à ilha do Tempo. Gritei para Jake procurar um bolinho para mim, agora nada poderia nos deter, não se dependesse de mim, iria defender meu grupo com todas as forças.

armas que estou usando:
 

poderes usados:
 




The Equitador, the boy with the Poison.

notes: EU QUERO UM BOLINHO!|| tag: eu, Nam, Jake, Thanatos, Lily, Enrique || place: King Finnick || Clothes: [URL=Linkaqui]Aqui[/URL] || music: Resident Evil Revelations - Previous Story 1ª Soundtrack || Humor: Animado||





credits: JOÃO AT OPS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatarJake F. Stewart
Filhos de PãFilhos de Pã



Mensagens : 24
Data de inscrição : 12/05/2012
Idade : 20

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Sex Jun 29, 2012 11:05 am


tagged: Outros campistas, Dash e Éolo.

clothes: Minha jaqueta e o resto da roupa do camp

notes: Éolo da puta ù.u x 153564

lyrics: I've Got The Power @ Snap!
Preguiça? Desconheço, só tenho uma motivação anormal para não fazer nada.


Af. Finn acha que tenho cara de empregado, é?

Thanatos apareceu, levou a Quimera embora, nos mostrou o navio. Nada anormal. Só me surpreendi com o que Lily sabia. Agora tínhamos um objetivo, eu acho.

Ta, Finn resolveu nomear o Navio. Por fim, acho que ninguém deu bola... Apenas entramos lá e cada um foi pra um canto.

Finn me pediu um bolinho. Af. Por Poseidon, como pode alguém ser assim?

Enfim, eu tava perto de uma mesa cheia de comida. Peguei um bolinho e joguei pra ele. Depois peguei mais outro pra comer e me sentei ao lado de Lily. Com certeza ela estaria querendo xingar, e muito, o Finn. E, óbvio, eu já tinha um tipo de discurso preparado pra tentar fazer ela deixar quieto.

Eu estava afim mesmo é de ficar na boa por agora. Parece que não foi de todo um mal termos caído, a num ser pelo Cameron. Éolo desgranhento ¬¬


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Sex Jun 29, 2012 11:32 am

The Sea is Beautifull



With the lights out it's less dangerous
----------Here we are now entertain us
29/06/12 - 11:24
Capítulo II - A segunda etapa
Evanescence always ♥



Todos embarcaram calmamente no navio, e que por sinal, era muito belo. O cais era de madeira polida, que chegava a brilhar; Parecia um iate muito grande, ou um cruzeiro muito pequeno. Tinha um tridente dourado cravejado na proa, e a estátua de Poseidon a frente, segurando um tridente. O navio não tinha nome, e o egoísta caro Finnick teve a bondade de nomeá-lo King Finnick;
O navio sacolejou com o nome, como se desaprovasse, mas partiu. A água respingava nos rostos dos meios-sangues, que incrivelmente, não enjoaram. O navio não permitia isso. Finnick ficou na sala do capitão, sentado em uma cadeira e apoiando o pé no painel, sem fazer nada; Os outros foram cada um para uma cabine, descansar.

As cabines tinham o tamanho de uma sala de estar; O chão e as paredes eram de madeira polida, e os móveis, de mogno Louis XIV; As janelas tinham forma retângular, e as cortinas era de seda azul, com tridentes bordados; Cada quarto tinha um banheiro confortável, e o navio era servido por criados invisíveis; Lily foi até a sala do capitão, onde Finnick tirava um pequeno cochilo; Ela revirou os olhos, reprimindo o impulso de virar a cara dele pra trás, e foi até o alto falante:

- Gente, a viajem vai durar pelo menos 1 dia e meio. Podem descansar, tomar um banho. Poupem energia, porque o que nos aguarda não é nada bom.

A voz de Lily ecoou por todos os corredores; Todos assentiram calmamente, e foram fazer descansar.


• • •

A viagem foi um tanto lenta. Os meios-sangues tiveram tempo de tomar um banho, se trocar, comer, renovar as energias; O navio prosseguia sem o menor comando, e nada os havia incomodado, pois estavam no territória de Poseidon; Na noite anterior, enquanto todos dormiam, uma tempestade havia atingido o mar. O barco não estava sendo afetado, pois Poseidon não permitia, mas a visão estava um pouco ruim:

- Gente...Oque é aquilo?

Finnick se dirigiu a todos; Estavam reunidos na proa do barco, totalmente secos, enquanto a chuva e o ventos tentava invadir o barco. Finnick havia pontado para uma luz ao longe, meio arroxeada. Lily confirmou a suspeita de todos com um aceno da cabeça. O portal estava próximo. Demorou aproximadamente 20 minutos até o avistarem perfeitamente. Tinha a altura de um prédio de 50 andares, e parecia um espelho; Raios desprendiam-se da borda, e imagens esotéricas estavam gravadas na borda do portal, como relógios, mortes. Eles suspiram, e o navio parou a frente do portal; Eles podiam ver agora uma imagem extremamente estranha. Do outro lado do portal, parecia o espaço; Tudo era um céu negro e estrelas; O mar passava acima, em vez de embaixo, com fortes ondas; Um caminho de pedra levava a uma ilha de areias negras e pedras vulcânicas, parecida com as do Mundo Inferior. Ao longe, era possível ver uma fortaleza gigantesca, com uma grande foice desenhada na mais alta torre.
Depois de observarem o local, uma força os puxou para dentro do portal, com exceção do barco; Todos pousaram no caminho de pedra, e se viraram para a fortaleza, sabendo que o pior os aguardava ali.

Leiam:
 

Informações Adicionais:
 

Prazos:
 

Template By THE FOX of OOOPS! <3
NOTES - / Clotes - Isso - Baseado na musica Smell like teen spirit by Nirvana.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Sex Jun 29, 2012 5:16 pm



Lily H. Lupin
São estranhos os caminhos da vida e do amor. - Lily, The Host





É realmente lindo! Foi o que pensei ao embarcar no navio.
Após a morte da Quimera e a aparição de Thanatos, não posso dizer que as coisas melhoraram... Mas o navio era perfeito!

Todos embarcamos calmamente no navio.O navio não tinha nome... Até Finnick nomea-lo de King Finnick... Agora respondam, eu mereço isso? kkk'
O navio sacolejou com o nome, como se desaprovasse, assim como eu, mas partiu. A água respingava nos rostos dos meios-sangues, que incrivelmente, não enjoaram. O navio não permitia isso. Finnick ficou na sala do capitão, sentado em uma cadeira e apoiando o pé no painel, sem fazer nada; Os outros foram cada um para uma cabine, descansar.

Deixei minhas coisas na confortável cabine e me dirigi para a sala do capitão dar as ultimas informações. Parei na porta de boca aberta por um instante observando o local onde Finnick tirava um pequeno cochilo, completamente torto, babando e com os cabelos bagunçados. Revirei os olhos, reprimindo o impulso de virar a cara dele pra trás, e fui até o alto falante:

- Gente, a viajem vai durar pelo menos 1 dia e meio. Podem descansar, tomar um banho. Poupem energia, porque o que nos aguarda não é nada bom.


Minha voz ecoou por todos os corredores; Todos assentiram calmamente, e foram descansar.
Fui para o convés e sentei ao perto da comida. Jake juntou-se a mim parendo pronto para me repreender, e eu sabia o por que. Mas eu apenas ergui a mão e dei um sorriso. - Tudo bem, deixa pra lá okay? hum... Já provou o chocolate quente? - perguntei estendendo uma grande caneca com chocolate fumegante a ele.


(...)


A viagem foi um tanto lenta. Tivemos tempo de tomar um banho, nos trocar, comer, renovar as energias. Posso dizer que dormi pra caramba. Durante o trajeto deixei Thor, meu lobo, e Tempus meu gato (agora em tamanho natural) correrem pelo convés para brincar. Dei comida a eles e os deixei dormir comigo, entretanto conforme nos aproximávamos achei melhor deixa-los seguros comigo - Thor como pingente e Tempus pequenino ao meu lado. O navio prosseguia sem o menor comando, e nada havia nos incomodado, pois estavamos no territória de Poseidon, suponho; Na noite anterior, enquanto todos dormiamos, uma tempestade havia atingido o mar. O barco não estava sendo afetado, mas a visão estava um pouco ruim:

- Gente...Oque é aquilo?

Finnick se dirigiu a todos; Estavamos reunidos na proa do barco, totalmente secos, enquanto a chuva e o ventos tentava invadir o barco. Finnick havia pontado para uma luz ao longe, meio arroxeada. Observei atentamente confirmei a suspeita de todos com um aceno de cabeça. O porto estava próximo, demoramos apenas uns vinte minutos para chegar. Os vinte minutos mais longos da minha vida.

A Ilha era enorme, e assustadora. Senti os cabelos da nuca ficarem arrepiados, e peguei na mão de Jake apertando com força. Eu estava com medo por todos nós.

Houveum suspiro conjunto, e o navio parou a frente do portal. Agora eu podia ver uma imagem extremamente estranha. Do outro lado do portal, parecia o espaço; Tudo era um céu negro e estrelas; O mar passava acima, em vez de embaixo, com fortes ondas; Um caminho de pedra levava a uma ilha de areias negras e pedras vulcânicas, parecida com as do Mundo Inferior. Ao longe, era possível ver uma fortaleza gigantesca, com uma grande foice desenhada na mais alta torre.
Depois de observar o local, senti uma força me puxar para dentro do portal. Olhei ao redor, e percebi os demais indo também. O barco ficara para trás.

(...)

Cai de cara no caminho de pedra, levantei um pouco zonza e olhei para a fortaleza, sabendo que o pior nos aguardava ali.
Olhei para Anne e Enrique. Estavam bem. Daniel e Finn? Okay. Meu pingente no lugar. Arregalei os olhos pensando em Tempus, mas ele aparenteente havia entrado em meu bolso na hora certa. Procurei Jake e o encontrei aparentemente não machucado. Dei um suspiro. Ai vamos nós! - Pensei com amargura.



Spoiler:
 



THANKS BRITTY @ OPS.



Última edição por Lily H. Lupin em Sex Jun 29, 2012 7:58 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
avatarJake F. Stewart
Filhos de PãFilhos de Pã



Mensagens : 24
Data de inscrição : 12/05/2012
Idade : 20

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Sex Jun 29, 2012 5:51 pm

Só pra deixar com fundo preto Razz escreveu:

tagged: Outros campistas, Dash e Éolo.

clothes: Minha jaqueta e o resto da roupa do camp

notes: Éolo da puta ù.u x 153564

lyrics: I've Got The Power @ Snap!
Tamo fufu G.G


Sério, o navio era perfeito. Bom, pelo menos a cabine que me enfiei era muito massa.

Tinha pego o chocolate quente que Lily me ofereceu. Mas, em seguida, fomos cada um pra sua Cabine. Agora esperava vê-la mais tarde.

A cabine que eu estava era bem grande, acho que como uma bela sala de estar. O chão e as paredes eram de madeira polida, e os móveis de alguma coisa velha, ou não. Nem tava afim de descobrir. As janelas tinham forma retângular, e as cortinas era de seda azul, com tridentes bordados, charme que Poseidon colocou, com certeza. Tinha um banheiro confortável, e o navio parecia ser servido por criados invisíveis. Assim que me ajeitei escutei a voz de Lily ecoando pelo navio nos dizendo que seria bom se descansássemos e talz.

Foi o que fiz:

- Tomei banho;
- Consegui roupas novas e limpei minha Jaqueta;
- Comi um pouco;
- Lavei Dash e depois escovei seu pelo;
- Comi mais um pouco;
- Fui pra proa;
- E, lá, comi mais um pouquinho;
- Aah, é claro, Alimentei Dash.


O deixei em minha cabeça, quieto. Dormindo. Já que eu ouvia ele falando umas coisas bestas do tipo: "A Maçã era minha", "Morra seu carrapato insolente!"... Entre outras coisas. Meu cavalo fala dormindo, se é que isso é possível.

Ficamos lá, sentados na Proa. Então alguém, que se não me engano era Finnick, disse:

- Gente... O que é aquilo?

Bom, claro que olhei. Era uma luz roxa. Era bonita e medonha. Era um tanto hipnotizante, pelo menos eu achei. mas eu tava meio doidinho ainda por ter ficado confuso sobre a tempestade que não nos pegava. Mas, enfim, virei para Lily, acho que todos fizeram isso. Todos olharam para ela. Ela apenas confirmou o que, com certeza, todos nós achávamos, a luz roxa era o nosso portal!

Depois de... O que? Vinte minutos? Não importa. Só sei que logos pudemos ver claramente o Portal. Aquela coisa enorme parecia um super espelho. O portal era medonho e piutiful. Logo o navio parou e fomos sugados para lá. Menos o Navio.

Antes de poder abrir os olhos me imaginava no lugar que vi pelo portal. Um lugar negro com estrelas. Muito lecal. Além do mar nonsense, que ao invés de ficar embaixo ficava em cima. Vai ver isso era só o efeito do espelho num sei que lá que eu vi num livro de ciência no ano passado.

Caímos em algum lugar que nem prestei atenção sobre como, nem o que, era. Só me lembro de ver umas rochas bem legais.

Olhei em volta e vi uma fortaleza. Olhei para os outros, que já estavam ali, mas não falei nada. Apenas sorri para Lily, que estava ao meu lado, e me dirigi para a Fortaleza. Conforme fui andando vi um portão de Ferro. Agora tínhamos de chegar lá. Com certeza o Pior que estava por vir está la dentro. Ai ai... Tamo ferrado.

Só parei por um momento, que foi quando eu me lembrei de Dash. Eu não escutava mais ele falando aquelas coisas sem sentido. Um tanto desesperado olhei para trás procurando por ele. Por fim dei de cara com ele. Ele estava flutuando atrás de mim, ainda pequeno.

Fora isso, talvez só caso alguém me chamasse. Mas, é claro, segui meu caminho.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatarBenjamin C. Hunter
Filhos de AtenaFilhos de Atena



Mensagens : 32
Data de inscrição : 25/03/2012
Idade : 22

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Sex Jun 29, 2012 6:39 pm

Daniel Tunder escreveu:


Daniel Tunder

O homem tem a capacidade de mudar o mundo, mas os livros mudam o homem





Tudo estava feliz e tranquilo no mar sem ao menos um enjoo qualquer, me encaminho para uma linda cabine onde vejo Minerva e Charlie se empuleirando na janela, elas estavam "maltrapilhas" por assim dizer, as levo para deixo do chuveiro e as lavo, nossa quanta sujeira, em seguida as duas saem do chuveiro e se empuleram em cima de minha cama, por que em minha cama ? mas enfim tomo um banho tranquilo e escuto Lily falando, então precisavamos descançar, meito na cama mesma molhada e acabo dormindo, acordo e me dirijo para a proa do barco e me reuno ao povo da missão, em seguida avistamos o portal, um portal ao mesmo tempo belo e assustador, mas como nada anormal somos sugados para dentro do mesmo, ao chegar perto do começo achamos um caminho para um algo muito grande que poderia ser visto de longe.

Armas:
 





Tags: Fulano, Beltrano || Vestindo: Aqui || Musica: Nome da musica e cantor
Humor: Seu Humor aqui || Notes: Algo a dizer ?


créditos @ lady marmalade do ops!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatarEnrique O. Ebanue
Devotos de HeraDevotos de Hera



Mensagens : 54
Data de inscrição : 13/04/2012
Idade : 22

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Sex Jun 29, 2012 8:56 pm

{Enrique d'Orgeron Ebanue }
A morte não é definitiva como um ponto final nem frágil como uma vírgula, mas misteriosa como uma reticências...




Eu fiquei surpreso, não tinha reparado nos detalhes do navio quando entrei nele, mas depois que já estava acomodado e soube que íriamos demorar um pouco para chegar eu resolvi reparar melhor na embarcação. Era entre um iate e um cruzeiro com o símbolo do Rei dos Mares, o tridente, dourada na ponta e próximo o próprio Poseidon em estátua. O navio não tinha nome, mas Finnick o apelidou de "King Finnick", eu odiei o nome e resolvi chamá-lo de Prínkipas Tríto̱nas, Príncipe Tritão, em homenagem ao fiel filho de Poseidon e eu acho que esse herdeiro sim merecia uma homenagem simbólica.

Até mesmo o navio pareceu não aprovar muito o apelido que recebeu de Finn, já que se balançou bruscamente quando ouviu o nome que recebera. Mas foi um balançou suave até, nada muito grave e logo ele começou a rasgar as águas, indo até nosso destino. Finnick logo partiu para a cabine do capitão do Príncipe Tritão e nós fomos cada um para sua cabine.

Assim que adentrei a minha eu pus minhas coisas sob a cama e admirei o lugar. Como eu imaginava, Poseidon não poupara esforços nem magnitude em mais um dos meios de transporte que nos oferecia. O quarto era bem maior que uma cabine, na verdade, era maior que muitos quartos de apartamento ou de residências normais. Tinha o chão e as paredes de madeira, as janelas eram grandes e tinham cortinas finas de seda azul escura, com o símbolo do poder de Poseidon gravado nelas. Os móveis eram de rico mogno antigo, tudo era de um esplendor digno de um soberano como Poseidon. Sorri e me sentei em minha cama, retirando meus tênis e relaxando um pouco. Quando eu fechei os olhos para deixar meus músculos se soltarem eu ouvi uma batida na porta, era como se um aríete tivesse se chocando contra ela. Eu me ergui bruscamente, já sabendo o que era e abri a porta. A sombra me derrubou no chão com toda sua força e me deu uma patada de leve para ele mas que mesmo assim doeu em minha barriga.

Me desculpe, Ágrian! Havia me esquecido de você! - ele rugiu como se dissesse "Eu notei!" e se sentou ao pé de minha cama.

Eu dei risada e me deitei na cama quando ouvi uma voz do além proclamar:

Gente, a viajem vai durar pelo menos 1 dia e meio. Podem descansar, tomar um banho. Poupem energia, porque o que nos aguarda não é nada bom.

Bem, eu tinha tempo então. Resolvi tomar um demorado banho, infelizmente não tinha me preparado para um banho, quer dizer, só tinha aquelas mesmas roupas, então pensei que teria de usar a mesma roupa de antes, mas quando saí do banheiro havia sobre uma mesa muito bonita uma bandeja de prata e sobre minha cama roupas e sapatos. Eu vesti-me e depois fui me alimentar, dentro da bandeja haviam um garfo e colher e comida, eu imaginei pela beleza da bandeja que fosse ao estilo 'comida de rico', mas era arroz, feijão, batata frita e macarrão com salsicha. Eu sorri e comi, estava ótimo, um dos melhores pratos que comi.

Ademais, a estada durou muito bem. A noite, eu me surpreendi, caí na cama e dormi quase que instaneamente! No meio do sono eu consegui ouvir uma tempestade se arrastando do lado de fora, mas parecia distante, aparentemente o Príncipe Tritão era como o Acampamento Meio-Sangue, as adversidades temporais não afetavam a embarcação. Quando estávamos na proa do navio, mesmo que o barco não havia sido afetado, a visão estava muito embaraçada, efeito da tempestade Finnick avistou algo e nos alertou. Todos olhamos, mas ficamos confusos, ou melhor, em dúvida se era aquilo mesmo e Lily assentiu, nos dando a certeza de que realmente era o portal.

Em duas dezenas de minutos nós estávamos de frente para algo assustador. Era algo semelhante a um espelho de dezenas de metros de altura. As grossas bordas do portal emitiam faíscas que mais pareciam raios e tinham gravadas coisas muito estranhas, morte, relógios, coisa assim. E o navio parou. Agora podíamos ver através do portal, era algo completamente louco, parecia o reino do Caos, o mar estava no céu e tudo parecia do espaço. Havia um caminho de pedra que levava para a tal Ilha do Tempo, depois de todo o caminho nós estaríamos no local que era completamente negro e mais a frente ainda se encontrava uma fortaleza sombria que tinha uma foice gravada no topo. E imediatamente fomos sugados para dentro do portal. Eu caí meio atrapalhadamente no chão e atrás de mim Ágrian estava de pé, meio bambo. Eu me ergui e olhei para frente, respirando fundo, nós íamos em direção para a pior parte da missão.

Itens e Armas:
 











Clothes: Blusa Preta, moletom roxo, calça jeans, tênis branco.
Tags:
Notes: Vamos ter que cair no pau com o Cronos?!
Humor: Angustiado.
Musica:

Quem fez a template foi THE FOX of OOOPS! & FLYING AWAY of TDN <3




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Sex Jun 29, 2012 9:51 pm

I'm like the wine..

Relax, Baby.
Ilha do Tempo..


Minha cabine realmente era bem espaçosa. Parecia a suíte Presidencial de um hotel 5 estrelas, e eu sei do que estou falando (trabalhei em um desses hotéis). Uma cama se encontrava na parte Central da cabine, e um banheiro muito bonito também se encontrava no local. Coloquei meus pertences em cima da cama, e sentei-me, polindo minhas armas. Alex, que estava na forma de um lindo gatinho :3, começou a arranhar minha perna, como se me chamasse para brincar.

Não resisti, e peguei um novelo de lã, que havia ficado em minha bolsa desde antes do Acampamento. Brinquei por alguns minutos, então fui tomar um banho quente. Foi maravilhoso, e aproveitei para tentar limpar meu Leopardo. Após isso, ainda havia muito tempo, então, comi, e alimentei Alex. Tirei um cochilo logo em seguida, e logo que acordei, fui até a proa do navio.

Todos estavam lá, e a maioria observava o encantamento que não permitia que a tempestade atingisse o navio, até que Finn gritou que vira algo. Só vi uma negada louca, correndo para o local onde a prole de Poseidon se encontrava. Lá estava o portal. Era grande e tinha vários tons de roxo misturados. Ao vê-lo, senti um arrepio na nuca, e olhei Lily, assim como todos nós. Ela afirmou que este era o portal procurado.

Logo, fomos nos aproximando, e em cerca de 20 minutos, o portal nos sugou, deixando a embarcação para trás. Eu cai de joelhos, mas nada de ruim aconteceu. Todos estavam bem, exceto o local, eu acho. Era totalmente escuro, parecia sempre ser noite lá, e o mar - totalmente estranho - ficava em cima de nós. Eu questionei muitas coisas que vi, durante nossa caminhada pela floresta, até chegarmos a um forte, cujo havia um grande portão de metal. Eu o olhei, respirei fundo, e pensei " Lascou-se.." .

Armas Levadas:
 








Ass: A. H. S.



~ Acompanhando.: ~ Jake, Lily,
Finn, Andy, Rique e Daniel.
~ Roupa.: ~ Isso
~ Música.: ~ My Immortal
~ Créditos .: ~ Raiser W. Phoenix.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Sex Jun 29, 2012 11:35 pm

Andrew P. Forbes Moriarty



A vida me ensinou a nunca desistir;
Nem ganhar, nem perder mas procurar evoluir.
Charlie Brown Jr.







A minha ideia de sentar foi pro brejo, pois ao observar com atenção o barco que era como se Poseidon estivesse ali mesmo pelo cheiro do local. Senti-me meio enjoado pelo cheiro da água salgada e com o leve pensamento de imaginar Poseidon gigante no meio da viajem e o balanço enorme que teria com o deus bravo. Ao ouvir a prole de Poseidon nomear o barco e o mesmo sacolejou um pouco. Eu não me contive a rir, mas me contive a apenas pensar que nem o barco gostava do Finn. Passei a mão para limpar a água que respingou no meu rosto pelo sacolejar do barco e pensei se ficaríamos a deriva da sorte ou se o barco teria um controle automático. Meus pensamentos sobre a viajem foram deixados de lado ao lembrar-me das cabines e fui logo atrás dos outros procurando uma livre. Após encontrar uma cabine livre, eu entro deixando minha mochila no canto ficando apenas com meu anel de tirso e meu anel de armas nas mãos. Eu deixo o Heals entrar e em seguida fecho a porta da cabine. Eu me sento na cama, tiro a roupa e vou pro banheiro tomar banho. Volto do banheiro e me surpreendo com minha roupa limpa, cheirosa e seca. Eu olhei em volta e Heals me disse que foram os criados invisíveis do barco. Fiquei assim em relação as funções que os criados poderiam ter e fui até a cama e me vesti novamente. Vesti minha cueca e coloquei minha calça jeans preta em seguida. Coloquei minha camisa preta de manga curta e em seguida meu colete roxo com dois bolsos para guardar coisas pequenas que possam se tornam urgentes. Logo em seguida que terminei de me vestir ouvi Lily falar:

- Gente, a viajem vai durar pelo menos 1 dia e meio. Podem descansar tomar um banho. Poupem energia, porque o que nos aguarda não é nada bom.

Eu me senti aliviado e tirei o colete na hora e o guardei na mochila para coloca-lo depois. Eu sentei na cama e fiz carinho em Heals para ele subir. Eu deixei minha mochila do lado da minha cama e peguei o meu Livro Mágico e fiz perguntas a ele sobre Rose, meu pai Dionísio e minha filha Illyria que não via nenhum deles há tempos. Perguntei como e onde estavam e ao ler as respostas me tranquilizei em algumas e em outras me preocupei um pouco. Acariciei Heals, guardei o livro e enquanto acariciava Heals acabei dormindo sem nem perceber que o sono chegou.

(...)

A viagem foi deliberadamente lenta mesmo com a previsão de Lily, eu pude acordar e me alimentar muito bem com a comida que os criados me serviram. Lembrei que Rose gostava de um jantar a dois e me deu uma baita saudade de ficar com ela sem me preocupar com nada e ninguém. Depois de comer, descansar mais do que devia e sai um pouco da cabine indo para a proa ver como estava o mar. Equipei-me com meu colete e algumas armas na bainha na cintura e outras no meu bolso. Heals me acompanhou e cheguei logo depois de ouvir Finn perguntou o que era aquilo e percebi uma tempestade em volta do barco, mas Poseidon não devia estar deixando atingir o barco apenas. Depois de vários minutos navegando pude ver claramente o que o Finn perguntara e percebi que era o tal portal que Lily nos prevenira. O portal parecia um espelho gigante com alguns relógios e mortes nas bordas e alguns raios que se desprendiam das bordas. A visão de dentro do portal era muito doida, pois era o contrário da realidade não fazendo sentido. Eu dei de ombros pensando que se dane, pois os deuses algumas vezes não fazem sentido mesmo. Quando o barco se aproximou do portal o suficiente o portal algo puxou o grupo todo para ele. Eu logo me aproximei de onde Heals “pousou” e fui com ele rumo à fortaleza sabendo que o pior estava por vir. Imaginei inúmeros temores que poderiam estar na fortaleza como uma porrada de titãs nos esperando ou um monte de monstros enormes e que voltassem da vida imediatamente ou coisas piores. Pensei em Rose, Illyria que queria vê-las novamente para morar juntos como uma verdadeira família e pensei em meu pai para me dar força naquele momento que precisava de um exemplo de força e coragem.




Poderes Usados:
 

Armas Usadas:
 






TEMPLATE BY RAFA OF OPS
Voltar ao Topo Ir em baixo
avatarFinnick C. Odair
Filhos de PoseidonFilhos de Poseidon



Mensagens : 34
Data de inscrição : 07/04/2012
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha do Personagem
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   Sab Jun 30, 2012 5:14 pm







Finnick C. Odair




O navio pareceu amar o nome que eu dei pra ele, ele balançou um pouco, como os cachorros fazem com o rabo quando estão felizes... ok, ele odiou o nome mas tudo bem, nem todos conseguimos o que queremos, Nymeria pousou em sua forma de pégaso, então vi todos ali indo para suas cabines, fui para a sala do capitão ter um pouco de sossego.
Lá era bem confortável, mas meio solitário, coloquei Nymeria em um aquário ali perto e fiquei analisando a rota que estavamos fazendo, estavamos em alta velocidade, então me ajeitei na cadeira, esse navio não tinha nada para fazer... quer dizr, podia até ter, eu podia ir lá embaixo relaxar ou curtir, mas de que adiantaria? Estamos indo em direção à morte, não uma amigável como Thanatos, uma mais... tocante.
Decidi tirar um cochilo, já que, claro que eu merecia um desconto, todos aqui mereciam, não sei porque algumas pessoas insistiram em me odiar, eu sou uma pessoa tão legal, ok, eu não sou, mas eu não vou fingir que estou feliz quando estou com raiva, ou se sou amigo de alguém quando eu odeio essa pessoa, isso seria desumano, falsidade é uma coisa desumana.
Depois de mais ou menos dez minutos eu acordei, então fui pra cabine do capitão, tomei um banho rápido, coloquei minha cota de malha demoníaca denovo e meu moletom roxo, sem contar as roupas de mortais. Joguei a mochila com meus itens em um canto, pegando apenas a Insígnia do Tridente... Nunca usei ela, servia para falar com meu pai, acho que agora seria a hora exata para isso.
Segurei a insígnia com mais força, comecei falando:
-Ahn... velho? Será que você pode me ouvir? - sem esperar resposta já fui falando - Eu percebi que não somos heróis, somos apenas... semideuses, porque Herois se preocupam com a vida dos outros, não com sua propria. Se você me desse uma oportunidade, eu poderia matar um exército inteiro de monstros, assim uma pessoa ficaria para todas as outras enfrentarem o ladrão do tridente, assim eu poderia morrer sabendo que fui um heroi, não um semideus egoísta... Ah e... pode me dar um castelo de gelo? Prometo cuidar bem dele.
Fiz uma pausa esperando alguma resposta.
-Bom... acho que é só isso, se talvezvocê me desse uma arma fodástica - comecei a rir - Que foi? Quero morrer com estilo! Mas acho que é só isso.
O resto do tempo que eu fiquei no navo foi um tédio, ficava comendo doces assistindo televisão na sala do capitão, dormindo muito mesmo. Então decidi descer. Quando passei pela sala de comando aonde estava Nymeria vi como estava o tempo, uma tempestade forte e refrescante, eu preciso de água mesmo, depois de fazer aquela manobra arriscada com fogo. Então estreitei os olhos, consegui ver bem longe dali um ponto de luz roxa, então coloquei a mochila nas costas e fui até a proa, vendo todos reunidos lá perguntei para eles o que era aquela tal luz.
Lily apenas assentiu com a cabeça, significa que estamos indo diretamente para o portal. Se passaram vinte minutos até chegarmos lá, era um lugar realmente macabro, um portal enorme, enorme mesmo! Roxo, minha cor favorita. Fiquei boquiaberto olhando aquilo, então gritei chamando Nymeria, ela rastejou na sua forma de serpente e se enrolou no meu corpo, fiquei olhando para o portal, do outro lado parecia o corpo de Cronos do cavaleiros do Zodíaco G, havia também um caminho de pedras que levava até uma ilha estranha, antes de fazermos algo fomos puxados para dentro dela.

Nós aparecemos na ilha, peguei meu tridente e segurei com força, me preparando para o que poderia acontecer. Nós estavamos no distortion world, do pokémon platinum. Então começamos a andar em direção à fortaleza, era claro que o tridente estava lá, só precisavamos invadir o lugar, chutar algumas bundas, pegar e sair correndo. Chegamos em um enorme portão de ferro, que seria a entrada para a fortaleza, me virei para os outros.
-Alguma idéia?

armas que estou usando:
 

poderes usados:
 




The Equitador, the boy with the Poison.

notes: Quase lá|| tag: eu, Nam, Lily, Poseidon || place: Ilha do Tempo|| Clothes: [URL=Linkaqui]Aqui[/URL] || music: Resident Evil Revelations - Previous Story 1ª Soundtrack || Humor: Animado||





credits: JOÃO AT OPS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Supressão do Tempo [Encerrada]   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

A Supressão do Tempo [Encerrada]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 6 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

 Tópicos similares

-
» Leilão por tempo definido
» Tempo dinâmico e Hora do Sistema
» Maldito Tempo
» 12º treino[Akon e Suzuki]-Corrida contra o Tempo
» Lista de Sistemas de Batalha Em Tempo Real

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Anaklusmos RPG :: Área do Membro :: OFF Topic :: A Supressão do Tempo [Encerrada]-